terça-feira, 14 de julho de 2009

Beijo,mas preciso ir

Posso ficar e escrever outra poesia , ou dissertar sobre alguma coisa,mas meu momento é de solidão e recolhimento, quem sabe o que aconteceu não me julga, não que me importe a opnião alheia, apenas entende que sou mais do que pensam e do que querem ver, quem ve meu coração sabe quem sou quem ve aparencia ainda nao me conhece.
Mil beijos,preciso e tenho que ir...