segunda-feira, 16 de maio de 2016

O que importa

Quero amar-te, mas você não existe,
O que  faço com esse  sentimento  em meu peito
Sem ter pra quem oferecer,
Quero voltar  a sentir, assim como
Mero  capricho, apenas sorrir
Ao encontrar seu olhar e ver-me refletida nele,
Como esquecer que já amei ,
Quero  sentir,  apenas por  sentir,
Palavras arrebatam,minha alma,
E enfim doce fel, veneno amargo,
Onde  esta a alegoria que agora  faz  falta
De onde  vem  essa  carência,
Sinto que vou encontrar em breve,
Ele me espera, ou será que não me  vê,
Sinto aflorar  essa distancia,  ansiosamente  pressinto,
Sei que  parece bobo,mas posso sentir,
Sim tenho certeza, encontro-me  entre teu braços,
O beijo  doce, aos  poucos  torna-se intenso,
Me deixo levar, vou sento embalada,
Deito suavemente ,o calor do seu olhar pelo meu corpo,
Em chamas fico, abro os olhos, vejo teu sorriso,
Deslizar pelo meu corpo, mãos percorrem todo caminho
Que  deseja, tua língua, passeia pelas minhas  curvas,
Sou tua, corpo e alma , apenas deslizo, e isso me faz
Ter o conhecimento que o  desejo és teu  ,
Entregamo-nos a noite, ao dia, afinal
Que importa  a hora ,que importa qual seja o período,
Sol, lua, tanto faz, estamos  apenas entregue.